Válvulas de expansão


 

Qual é a diferença entre a "válvula de expansão automática" e a "válvula de expansão termostática"?

A válvula de expansão automática foi a primeira válvula desenvolvida para evitar o ajuste manual de registro de fluido, então utilizado como válvula de expansão. A válvula é projetada para manter pressão constante à saída da válvula de expansão. Ao manter a pressão constante, também controla indiretamente a temperatura, porém não assegura superaquecimento, que protegerá o compressor.

 

Conforme diminui a capacidade do evaporador há menor evaporação de líquido, por outro lado, por que a válvula mantém a pressão mantém também o valor dessa vazão. Ao fazê-lo, no entanto, excesso de refrigerante ainda líquido é alimentado ao evaporador, que resulta em retorno deste ao compressor, com imenso prejuízo mecânico. Alternativamente, se houver aumento da carga, haverá maior vaporização de líquido e se a válvula mantiver a vazão, aumentará o superaquecimento do gás e pouco aproveitamento da superfície de troca térmica. Infelizmente, isso resulta em operação do evaporador contrária à produção de frio, no momento em que sua carga é maior.

 

Estas contrapartidas levaram a substituição da válvula de expansão automática por Válvula Termostática de Expansão na maioria das aplicações. A Válvula Termostática de Expansão corresponde ao superaquecimento à saída do evaporador e, como resultado, este responde melhor à carga real, resultando em um sistema mais eficiente.

 

Veja também:
Como funciona um balcão frigorifico?
O que são unidades condensadoras?
O que são câmaras frias?
Classificação MOPD sobre válvulas solenóides